fbpx

Vistos

VISTO PROVISÓRIO – 90 DIAS CORRIDOS

Resolução CFM Nº 1948/2010 - Modificada pela Resolução CFM nº 2011/2013.

Para solicitar o Visto Provisório, o(a) médico(a) deverá acessar o Espaço do Médico (clique aqui) ir na opção Cadastre-se e após preencher os dados solicitados, registrar a opção NÃO POSSUI CRM , verifique na tela demonstrativa abaixo:

Após, deverá clicar na opção VISTO PROVISÓRIO.

Após anexar a documentação necessária junto ao Espaço do Médico, deverá aguardar a liberação do COMPROVANTE DE DEFERIMENTO DA ANÁLISE DE DOCUMENTOS (tempo estimado para análise da solicitação: de 03 a 05 dias) e apresentá-lo na Sede do CREMERS em Porto Alegre ou Seccionais do Estado do Rio Grande do Sul ( verifique aqui o endereço das seccionais ) com a seguinte documentação:

- Carteira de Identidade Médica (livreto de couro verde),

Documentos originais anexados junto ao Espaço do Médico.

Observações:

Ao efetivar a solicitação do Visto Provisório, o médico NÃO receberá número de inscrição no CREMERS, mas atuará no estado do Rio Grande do Sul carimbando/utilizando, o número de registro do CRM, onde possui a inscrição primária ativa.

O período de 90 (noventa) dias fica limitado ao exercício financeiro anual, com início em março e validade até o mesmo mês do ano seguinte.

A concessão do visto provisório será para o período de 90 (noventa) dias ininterruptos, e em uma única vez, por período fiscal mencionado acima.

§ 2º do artigo 18 da Lei nº 3.268, de 30 de setembro de 1957 - Se o médico inscrito no Conselho Regional de um Estado passar a exercer de modo permanente, atividade em outra região, assim se entendendo o exercício da profissão por mais de 90 (noventa) dias na nova jurisdição, ficará obrigado a requerer inscrição secundária no quadro respectivo ou para ele se transferir, sujeito, em ambos os casos, à jurisdição do Conselho local pelos atos praticados em qualquer jurisdição.

VISTO PROVISÓRIO FRACIONADO

Conforme dispõe a Resolução CFM Nº 1948/2010 - Modificada pela Resolução CFM nº 2011/2013 em seu artigo 2º é concedido aos:

“Médicos peritos, auditores, integrantes de equipes de transplante, equipes desportivas, ou aqueles que se deslocam temporariamente acompanhando eventos artísticos e sociais e integrantes de equipes médicas de ajuda humanitária em caráter beneficente, pertencentes a entes públicos, empresas de âmbito nacional ou ainda aqueles contratados como assistentes técnicos em perícias cíveis e criminais, de modo temporário e excepcional, poderá ser concedido o visto provisório de forma fracionada, respeitado o período total de 90 (noventa) dias em um mesmo ano.”

Os entes públicos-privados e/ou o próprio médico, quando exercendo atividade como assistente técnico, deverão requerer por escrito o visto provisório fracionado, com antecedência mínima de 05 (cinco) dias, informando a necessidade do visto provisório fracionado, as razões dessa necessidade, a relação de médicos, o período desejado e o CRM de destino.

A comunicação deverá ser realizada por escrito (carta ou ofício) ou por e-mail pelo ente público ou privado ao CREMERS. A solicitação poderá ser encaminhada ao seguinte endereço eletrônico: protocolo@cremers.org.br

O CREMERS comunicará ao CRM de destino, o deslocamento do(s) médico(s) solicitando autorização para o exercício de modo temporário e excepcional, de forma fracionada do exercício profissional naquela unidade da federação.

O Conselho Regional de Medicina destinatário dará a autorização e informará ao CREMERS este feito.

Quando a atividade for como assistente técnico, a comunicação deverá ser realizada pelo próprio médico.

O CREMERS repassará ao ente interessado ou assistente pericial, a confirmação desta autorização concedida pelo Conselho Regional de Medicina, localizado no Estado em que o médico irá atuar.

 

Observações:

O Visto Provisório Fracionado deverá ser requerido no CREMERS, somente para situações em que os médicos inscritos neste Conselho Regional de Medicina, irão atuar de modo temporário e excepcional em outro Estado/CRM.

Para situações em que o médico oriundo de outro CRM, necessite atuar no estado do Rio Grande do Sul, deverá requerer o Visto Provisório Fracionado no CRM de origem (no estado em que estiver atuando).

TOPO
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support